Policlínica a todo vapor: Obras do Governo do Estado em Valença tem previsão de término em 10 meses


A fim de exercer seu papel de fiscalizador do município e colaborar com a lisura das informações que chegam à população, o Vereador Adailton Francisco e o Vereador Robson Pimentel, estiveram visitando na manhã de hoje (25), o canteiro de obras da Policlínica Regional do Baixo Sul.

Segundo o Engenheiro responsável pela obra, houve a necessidade de mudanças no projeto de construção. Após adequação realizada pela CONDER em conformidade com a estrutura do solo, as obras reiniciaram e estão a pleno vapor. Os edis presenciaram a chegada de materiais de construção, além da presença de trabalhadores e técnicos responsáveis pela obra.

Com um investimento de R$ 21,2 milhões em obras e equipamentos, o governador Rui Costa autorizou no mês de abril deste ano, a construção da policlínica regional de Valença. O consórcio público federativo que vai administrar a unidade é formado por 12 municípios da região baixo sul da Bahia: Cairu, Camamu, Gandu, Igrapiúna, Ituberá, Nilo Peçanha, Nova Ibiá, Piraí do Norte, Taperoá, Teolândia, Valença, Wenceslau Guimarães.

Segundo o Governador Rui Costa em sua fala no dia do lançamento da pedra fundamental, “Esse equipamento vai ser importante para fortalecer a prevenção da saúde.” Rui destacou ainda que “nos últimos dez anos, mil e setecentos postos de saúde foram construídos na Bahia, mas o povo não tinha onde fazer os exames solicitados nas consultas feitas nesses postos de saúde, agora terão as policlínicas”.

Já o Vereador Adailton demonstra satisfação em acompanhar a construção da Policlínica no município.

“Essa obra vai permitir que a população tenha acesso aos serviços de saúde pública, além de diminuir o sofrimento das pessoas que madrugam nas estradas, indo para Salvador e outras cidades, para realizarem exames que futuramente teremos aqui em Valença, graças ao sensibilidade e determinação do nosso Governador Rui Costa.”

(mais…)

Vereador Adailton Francisco participa de reunião sobre o cravo-da-índia


O Vereador Adailton Francisco participou na manhã de hoje (17), no auditório da CEPLAC Valença, de uma reunião da Comissão que está discutindo o desenvolvimento da cadeia produtiva do cravo da Índia no Território do Baixo Sul. O foco da discussão foi a fundação da Associação de Produtores de Cravo da Índia do Estado da Bahia.

Aconteceu também uma palestra sobre doenças que estão provocando mortandade do cravo-da-índia, com o Dr. José Bezerra e Dr. Givaldo Niella, pesquisadores na área de Fitopatologia da CEPLAC. Como encaminhamento, será desenvolvida através da UFRB e do Professor Bezerra, uma pesquisa de Douturado durante quatro anos, com o apoio da CEPLAC e de agricultores, para o estudo mais aprofundado da especiaria, tendo como foco as doenças fúngicas, que tem provocado prejuízos econômicos ao Território.

Essa comissão é resultado da Audiência Pública realizada pelo Deputado Hildécio no mês de maio, que contou com a presença de muitos deputados, entre eles a deputada Maria Del Carmen, parceira do Mandato da Gente. Estiveram presentes o Secretário de Agricultura do município de Valença José Negrão, o Chefe do escritório regional da CEPLAC, o Engenheiro Agrônomo Antônio Jorge Menezes, além de assessores parlamentares, técnicos, engenheiros agrônomos e produtores rurais.

Veja fotos a seguir (mais…)

Mandato Itinerante: Vereador Adailton Francisco visita os bairros do Quilombo, Urbis e Pitanguinha


É com o intuito de ouvir a população, fiscalizar e encaminhar demandas para o Poder Executivo que o Vereador Adailton Francisco percorre os bairros de Valença semanalmente. Hoje logo cedo, Adailton caminhou pelas ruas do Bairro do Quilombo, onde segundo moradores, há aproximadamente 300 famílias residindo no local.

Pôde-se observar no bairro esgoto a céu aberto com incidência de mosquitos e insetos de várias espécies, além da necessidade de calçamento. Os moradores solicitaram o apoio junto ao poder público para a construção da extensão da Escola Vilma dos Santos, que atualmente conta com aproximadamente 200 estudantes em três turnos. Durante a visita, o Vereador acompanhou o serviço de limpeza pública que está sendo realizada em todas as ruas do bairro pela PMV.

Em seguida, o Mandato Itinerante esteve no bairro da Urbis, visitando os Caminhos mais precários e ouviu diversas demandas de moradores por melhoria nas ruas. Também acompanhou o serviço que está sendo executado pelo Serviço Autônomo de Agua e Esgoto (SAAE), no Caminho 7, após reivindicações de vários moradores.

Ainda pela manhã, o Vereador esteve no Pitanguinha e viu de perto a situação precária da rua principal e suas travessas. Segundo os moradores, há uma dificuldade de acesso muito grande, principalmente nos períodos de chuva. O vereador constatou e registrou muitos buracos e esgoto a céu aberto, o que tem provocado muitos transtornos a comunidade, aos desportistas da praça de esportes do Pitanguinha e aos agricultores do assentamento Nova Esperança.

Como encaminhamento, o Vereador fará indicações na sessão da Câmara desta terça-feira (15) ao Poder Executivo e acompanhará a execução das obras.

Veja fotos a seguir

(mais…)

Manhã tensa na Prefeitura: Vereador Adailton articula reunião com Prefeito e Vereadores para discutir destino da cidade


Com o intuito de avaliar os sete primeiros meses de Governo, apontar equívocos da Administração Pública e apresentar sugestões para a o Executivo, aconteceu na manhã desta quinta-feira (10), no gabinete do Prefeito Ricardo Moura, uma reunião articulada pelo Vereador Adailton Francisco com a presença de 11 vereadores, dois assessores representando os edis ausentes, o secretários de Governo Manoel de Fausto e a Secretária de Comunicação Vanessa Andrade.

Em pauta, os vereadores pontuaram as principais problemáticas da atual Administração, dentre elas a falta de comunicação e harmonia entre as secretarias e a falta de diálogo entre os Poderes Executivo e Legislativo.

A impressão que fica é de que alguns Secretários só atendem a quem eles querem e quando eles querem. Essas pessoas que compõem o Governo atual mas já estão preocupados com suas candidaturas em 2020, vão acabar destruindo a Administração.” Pontuaram alguns vereadores presentes, que demonstraram preocupação com o andamento das atividades pelos corredores do Palácio Rui Vinhas.

Em sua fala, o Vereador Adailton Francisco, mentor da reunião, agradeceu a presença de 90% do Legislativo e a disponibilidade do Prefeito Ricardo, destacando o papel de ambos os Poderes e a sua preocupação com o rumo que a Administração tem tomado.

Fico feliz em ver a maioria da Casa Legislativa aqui e também em saber que o Prefeito Ricardo tem sensibilidade em ouvir a voz do povo, representada pelos vereadores. Me preocupo com os rumos que a atual gestão tem tomado. É visível a falta de diálogo entre o Prefeito e seus Secretários e a falta de planejamento da atual Administração e saiba prefeito, que o que tiver de errado, eu irei fiscalizar.” Concluiu Adailton.

O Vereador ainda citou na reunião que “há a necessidade do alinhamento da equipe de governo com as propostas apresentadas em seu Plano no período eleitoral.”Já em sua fala, o Prefeito Ricardo Moura realizou diversas críticas à Gestão anterior, reconheceu que sabe da existência de “fogo amigo” dentro do Governo e afirmou de forma incisiva que irá tomar as providências cabíveis ao tomar conhecimento de “algo errado” em sua Gestão.

O Vereador Adailton avaliou de forma positiva a reunião e se colocou a disposição da Administração para um diálogo permanente na construção de uma Gestão pública eficiente e que atenda aos anseios da população valenciana.

Veja Imagens da reunião a seguir

(mais…)

Mandato Itinerante visita os bairros do Novo Horizonte, Bolívia, Graça e Lapa


É com o intuito de ouvir a população, fiscalizar e encaminhar demandas para o Poder Executivo que o Vereador Adailton Francisco percorre os bairros de Valença semanalmente. Hoje foi a vez do Bairro do Novo Horizonte logo cedo, na companhia do Vereador Robinho, às 6h da manhã no Tiro de Guerra, em uma conversa com os jovens que estão cumprindo seu dever cívico e seus comandantes, o Sub Tenente Ivonei Araújo e Robemil Santos, conhecido carinhosamente por “Mimiu”. Na oportunidade, os vereadores conheceram toda a estrutura do Tiro de Guerra e ouviram algumas demandas que, posteriormente serão transformadas em indicações para o Poder Executivo.

Em seguida, com o objetivo de fiscalizar o andamento da obra, os edis estiveram visitando a construção da Creche, realizada com recursos do Governo Federal e localizada em frente ao Tiro de Guerra, que já está com seu alicerce construído e é objeto de grande expectativa dos moradores daquela comunidade.

Ainda pela manhã, o Vereador Adailton esteve no SETAF participando de evento da ASCOOB, onde foi construído o plano de trabalho da Cooperativa, envolvendo seus cooperados do Território do Baixo Sul. Contou com a presença dos seus diretores da Ascoob Central, Ascoob Sisal, Secretários de Agricultura de diversos municípios e lideranças comunitárias. Em foco, foi debatido o fortalecimento do cooperativismo no Território.

No início da tarde, Adailton na Avenida Brasil, Bairro da Bolívia, atrás de colégio Clemenceau Teixeira, em atendimento a um chamado de uma moradora do Bairro, para apresentar a situação da rua onde corre esgoto a céu aberto e que tem provocado problemas de saúde e bem estar da população, pela sujeira e odor causados pelos dejetos. Após verificar a situação, o Vereador manteve contato com Rosemary da Paixão, Diretora do SAAE e enviou fotos e vídeos, comprovando a denúncia.

Após a visita ao Bairro da Bolivia, o Vereador esteve na fronteira entre os Bairros da Graça e Lapa, mais precisamente na ponte da rua Reginaldo Magalhães Tavares, atrás do antigo Hiper Monteiro, também a pedido de moradores do local. O motivo é a não conclusão da ponte que tem provocado transtornos aos moradores dos bairros supracitados. Como encaminhamento, o Vereador irá fazer indicações ao Executivo, cobrando agilidade na conclusão da obra.

Tiro de Guerra com o Vereador Robinho e os Comandantes

Local de construção da Creche do Bairro Novo Horizonte

Evento da ASCOOB

Bairro da Bolívia, próximo ao Colégio Clemenceau Teixeira

Rua Reginaldo Magalhães Tavares, Bairro da Graça

Vitória do povo: Vereador Adailton sugere exclusão de experiência mínima e REDA tem Edital modificado


Na tarde de ontem (08), durante a Sessão da Camara de Vereadores, o Vereador Adailton Francisco requereu em uma de suas indicações apresentadas no Plenário ao Poder Executivo, que fossem realizadas alterações no Edital 001/2017 do REDA que versava sobre a exigência de comprovação de 06 meses de experiência para a posse nos cargos disponibilizados no concurso.

Segundo Adailton, esse trecho da exigência de experiência para os cargos ficou subentendido, pincipalmente no que tangia a forma de comprovação dessa experiência.

“Para começar a citar as contradições presentes nesse edital, vou abrir o Pequeno Expediente com uma pergunta: De qual forma será feita essa comprovação? Assinatura da carteira de trabalho? Contratos? Cartas de indicações das empresas ou da própria Prefeitura? Isso não está claro no texto. A outra questão é a seguinte: Como vamos dar aos nossos jovens a oportunidade de emprego, se é exigida essa experiência mínima para uma população de milhares de jovens que nunca trabalharam?” Questionou Adailton em sua fala do Pequeno Expediente.

O Vereador ainda observou as possíveis especulações que poderiam surgir com essas “falhas” contidas no texto do Edital.

“Além de se tornar excludente por restringir o público, ainda tem a questão da lisura do processo. Conheço a Consultec e sei que é uma empresa renomada e que não sujará seu nome em trambiques, mas como convencer a população de que esse concurso não será carta marcada? Se a gestão tem apenas sete meses conclusos, um dos itens do edital pede seis meses de experiência e não cita como essa experiência será comprovada, é, no mínimo, estranho.” Completou o vereador, que foi ovacionado pelo público presente e apoiado pelos seus colegas de Plenário.

No mesmo dia, o Edital foi retificado, retirando a exigência de experiência mínima de seis meses, como sugerido pelo Vereador Adailton. Abaixo, veja os links para fazer download do Edital e para realizar a inscrição do REDA.

CLIQUE AQUI e faça download do Edital

CLIQUE AQUI e faça a sua inscrição do REDA

Vereador Adailton Francisco participa de entrega de equipamentos agrícolas em Taperoá


Com o intuito de fortalecer as atividades agrícolas na Zona Rural do município de Taperoá, aconteceu durante todo o dia de ontem (30), um grande festejo com a entrega de equipamentos de mecanização agrícola para benefício das Comunidades Pedra Branca (Comunidade Quilombola), Quinto Riachão e Três Ladeiras.

Os equipamentos são resultados de emenda parlamentar do ex-Deputado Luiz Alberto (PT), através da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR/CAR) e articulada pelo Vereador Adailton Francisco e pela CAAF. O evento contou com a presença do Secretário Jerônimo Rodrigues, que não se absteve em “meter o pé na lama” para chegar até a comunidade e prestigiar os agricultores familiares presentes.

Em sua fala, o Secretário destacou o compromisso que o Governador Rui Costa tem com a Agricultura Familiar no estado da Bahia e que sua presença ali materializa a importância que esse governo dá às Comunidades Quilombolas, Agricultura Familiar, aos pescadores, marisqueiras e comunidades tradicionais. “Poderíamos entregar essa máquina sem fazer uma atividade desse tipo, mas essa não é só mais uma máquina que estamos entregando. Isso aqui simboliza a importância que o nosso Governo dá ao povo do campo.” Completou o Secretário.

O Secretário ainda ouviu diversas demandas do público presente, entre elas, o apoio junto ao Governo para a instalação do projeto Luz para Todos na Comunidade, onde há mais de 100 famílias que vivem à luz de velas e candeeiros. Além do Secretário, estiveram presentes no evento o ex-Deputado Estadual Luiz Alberto, o Prefeito de Rosival Lopes, o Vereador Dedéu de Taperoá (PSD), Gerval Teófilo, Coordenador do Colegiado Territorial, Diomar Pessoa, Coordenador do SETAF-Baixo Sul, Dsordes Oliveira, Representante da Central das Associações da Agricultura Familiar de Valença e Região do Baixo Sul (CAAF), Eraldo Correa, Técnico da Unisol Brasil, representantes do Movimento Popular “Chegança” e lideranças comunitárias e políticas do Território.

Vejo fotos a seguir

(mais…)

12 anos de UFRB: 29 de Julho comemoramos o aniversário da Universidade mais inclusiva do Brasil


Hoje é um dia muito especial, de verdade. Por isso merece um texto escrito por mim, Adailton Francisco. Neste dia 29 de Julho, comemoramos a realização do sonho do povo pobre e preto da Bahia. Parece que foi ontem, ano de 2005. Mergulhamos em diversas e cansativas Audiências Públicas para o grande passo que seria dado, que era a criação de mais uma Universidade Federal.

A ansiedade era enorme, tanto de nós, alunos que fazíamos parte da comissão de transição, como também dos professores e servidores que almejavam por essa independência que prometia formar milhares e milhares de profissionais.

Há 12 anos atrás, estávamos eu e mais alguns colegas, recebendo o então presidente, Luís Inácio Lula da Silva, comemorando a aprovação da lei que criou a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Tenho orgulho de ter participado de todo processo de transição da Escola de Agronomia da UFBA para Universidade mais inclusiva do estado da Bahia, a UFRB.

História da Escola de Agronomia da UFBA

A história da Escola de Agronomia da UFBA remonta ao II Império, tendo origem no Imperial Instituto Baiano de Agricultura, criado em 1º de novembro de 1859 por D. Pedro II, o primeiro, no gênero, da América do Sul, que por sua vez criou a Imperial Escola Agrícola da Bahia, inaugurada em São Bento das Lages, a 15 de fevereiro de 1877, no edifício de S. Bento das Lages, antigo mosteiro dos beneditinos, sendo primeiro diretor o Dr. Artur Rios.

De 1877 a 1904, a Escola Agrícola esteve sob a administração do Imperial Instituto, passando, com a extinção deste pela República, em 1904, ao domínio do Estado, com todos os bens do antigo estabelecimento.

Do acervo do Imperial Instituto, o governo do Estado criou o Instituto Agrícola, aproveitando as grandes instalações de S. Bento das Lages, e sob a direção do Dr. Léo Zehntner. O Instituto Agrícola foi mais uma estação experimental, sob a direção de Zehntner, do que propriamente uma escola agrícola; fracassando, por isso, o ensino nessa fase, o governo do Estado entregou o Instituto Agrícola, com todos os seus bens, ao governo federal, que criou, em S. Bento das Lages uma Escola Média Teórico-Prática de Agricultura.

A Escola Média, dotada de material de qualidade e custoso, funcionou entre 1911 e 1914. Reaberta pelo governo do Estado em 31 de julho de 1919 foi mudada pela Revolução de 30 para o bairro de Monte Serrat, na capital, ficando localizada nos pavilhões da Hospedaria dos Imigrantes.

O governo Landulpho Alves tratou da mudança da Escola para lugar mais adequado, no interior, uma área de 1.897 ha nos municípios de Cruz das Almas e Muritiba foi desapropriada e declarada de utilidade pública para futura instalação da Escola. Fez-se a mudança em 1943.

Em 3 de março de 1946, reformou a Escola, dando-lhe novo regulamento e a denominação da Escola Agronômica da Bahia. Posteriormente em 1961, o Governo do Estado firmou o convênio com a Universidade Federal da Bahia, passando para esta a gestão administrativa da Escola Agronômica.

Fonte: DALA UFRB

Universidade Federal do Recôncavo comemora 12 anos

Com 83,4% de estudantes autodeclarados negros e 82% oriundos de famílias com renda total de até um salário mínimo e meio, a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) chega ao seu 12º aniversário neste sábado, dia 29 de julho. Fruto da política pública de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), a UFRB comemora o crescimento do número de jovens baianos, em especial da população mais negra e pobre, com acesso ao nível superior nos últimos anos.

Desde a sua criação em 2005, a primeira universidade federal do interior da Bahia elevou a oferta de vagas para além da capital do estado e vem ganhando destaque no cenário nacional pela sua política de inclusão social. Foi a primeira universidade do país a ter uma Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e a aplicar integralmente a Lei de Cotas em 2012. Hoje, a instituição conta com sete centros de ensino em seis cidades do Recôncavo, onde circulam 12.345 estudantes, dos quais 91.5% são da Bahia.

Os dados fazem parte do “Perfil Socioeconômico dos Estudantes de Graduação da UFRB”, publicado neste mês e apresentado para a imprensa pelo reitor da instituição, Silvio Soglia. As informações foram produzidas a partir de dados atualizados pela própria universidade e com base na “IV Pesquisa do Perfil Socioeconômico e Cultural dos Estudantes de Graduação das Instituições Federais de Ensino Superior Brasileira –2014”, realizada pelo Fórum Nacional de Pró-Reitores de Assuntos Comunitários e Estudantis (FONAPRACE) em parceria com a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior no Brasil (ANDIFES).

Para o reitor, esses dados têm o potencial de oferecer uma visão ampla e integrada sobre o perfil dos estudantes da UFRB, que está bem à frente da média nacional. “Apesar de o acesso dos negros à universidade ter aumentado para 47,57% no país, em mais de uma década de existência da UFRB essa diferença ainda é expressiva. Em outra comparação, a maioria dos nossos estudantes tem renda familiar per capita de R$ 486,38, enquanto no Brasil a média é de R$ 916,80”, destacou Soglia.

“Privilegiamos a descrição de variáveis-chave para a assistência estudantil em toda a instituição, mas também de forma segmentada pelos campi/centros que compõem a estrutura multicampi da universidade”, explicou o professor Everson Meireles, chefe do Núcleo de Estudos, Formação e Pesquisa em Ações Afirmativas e Assuntos Estudantis (NUFOPE), responsável pela pesquisa.

Fonte: Tribuna da Bahia

Vereador Adailton Francisco confirma agenda com Secretário Jerônimo no Território


Em atendimento a uma demanda do Vereador Adailton Francisco para o Território do Baixo Sul, o Secretário de Desenvolvimento Rural Jerônimo Rodrigues estará neste próximo domingo (30) na cidade de Taperoá, para a entrega de equipamentos de mecanização agrícola para as comunidades de Pedra Branca, Quinto do Riachão e Três Ladeiras (ambas filiadas a CAAF).

Adailton, que é Sócio fundador da Central das Associações (CAAF) e tem parte de sua militância marcada pelo trabalho como representante do Núcleo Executivo do Território, participou de uma reunião no último dia 12, na SDR/CAR com Antônio Francisco dos Santos, representante da Comunidade Quilombola Pedra Branca, o Secretário da SDR Jerônimo e o Assessor Especial da Secretaria de Relações Institucionais do Governo do Estado (SERIN) Luiz Alberto.

Na oportunidade, o Vereador tratou com o Secretário da necessidade de investimento nas cadeias produtivas do dendê, guaraná e cravo da índia além da reforma do Mercado do Peixe em Valença e a aquisição de equipamentos de mecanização agrícola.

Confira as indicações do Vereador Adailton Francisco na Sessão da Câmara desta terça-feira (25)


Na quarta-feira (19), o Mandato da Gente participou de uma reunião no povoado do Bomfim, onde muitas demandas foram apresentadas pela comunidade. Já na sessão da Câmara de Vereadores de ontem (25), o vereador Adailton Francisco, apresentou algumas indicações ao Poder Executivo, relacionadas às necessidades levantadas pelos moradores. São elas:

  1. Reforma e cobertura da quadra do colégio municipal Dr. Jose Soares, encontra-se totalmente destruída.
  2. Limpeza, colocação de água, luz, conserto do muro do cemitério e uma nova área para construção de um novo cemitério.
  3. Calçamento da rua que dá acesso ao colégio Hermínio Manoel de Jesus.
  4. Contratação de mais um funcionário para a realização dos serviços de limpeza do povoado, pois hoje só tem uma pessoa realizando o serviço.
  5. Ampliação do sistema de água do povoado do Bomfim e melhoria da qualidade da água já fornecida.
  6. Construção do sistema de saneamento básico do povoado do Bomfim e garantir no PPA 2018/2021 essa indicação para que o Poder Executivo possa viabilizar recursos para esse projeto.
  7. Apoio do Poder Executivo para viabilizar o funcionamento do Cartório na sede do distrito do Bomfim, o fechamento tem ocasionado muitos transtornos aos agricultores da região.
  8. Reposição de lâmpadas queimadas e colocação de braços em diversos pontos nas ruas do povoado.