Vereador Adailton Francisco participa da inauguração da 8ª Policlínica Regional em Valença


Na última sexta-feira (29), o Governador Rui Costa entregou a oitava Policlínica Regional do Governo do Estado da Bahia, na cidade de Valença, Baixo Sul baiano. O Equipamento conta com estruturas para atender mais de 340 mil habitantes dos 13 municípios do Território.

Além da inauguração, foram entregues micro-ônibus com ar-condicionado e Wi-Fi para o transporte dos pacientes dos municípios contemplados, ambulâncias, equipamentos odontológicos, viaturas e motocicletas para a 33ª Companhia de Polícia Independente da Polícia Militar (CIPM), e a inauguração do Centro Integrado de Comunicação (CICOM), da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

O governador iniciou a agenda participando de um Pool de Rádios, em programa jornalístico para todas as emissões da Região, em seguida realizou uma visita guiada pela nova unidade, fazendo transmissão em live pelas redes sociais, mostrando todos os espaços e equipamentos aos Deputados, Prefeitos, Vereadores e imprensa que acompanharam a visita.

Durante pronunciamento para a imprensa e público presente, Rui falou sobre o investimento de R$ 22,6 milhões, aplicados na construção da Policlínica e na implantação de equipamentos de última geração.

Estou investindo na atenção básica e no funcionamento dessas Policlínicas, por acreditar que a melhor política pública de saúde é a prevenção. O objetivo dessa parceria entre governo do Estado e municípios é facilitar o processo e o acesso ao diagnósticos, quanto mais cedo o cidadão tiver as informações, maior as possibilidades de resolução do seu problema de saúde.”, explicou Rui Costa.

O vereador Adailton Francisco demonstrou sua satisfação e alegria ao participar do momento histórico para Valença e toda região, que agora pode contar com um equipamento de saúde acessível e gratuito.

A minha felicidade em estar participando deste momento é indescritível! Desde que o Governador Rui Correria anunciou este projeto no início de seu governo, venho sonhando com esse dia. Cobrei na Câmara de Vereadores o envio do projeto pelo Poder Executivo, aderindo ao Consórcio na época, fiz a defesa da proposta e aprovamos por unanimidade, sendo Valença o primeiro município do território a ter a aprovação na Câmara de vereadores”, citou o Vereador.

Adailton acompanhou todo processo, desde o lançamento da pedra fundamental da Policlínica em abril de 2017. O edil ainda realizou diversas visitas para acompanhar o andamento da obra.

É uma sensação muito boa participar desse momento, saber que o sofrimento das pessoas irá diminuir, que vamos evitar a frequência de viagens as madrugadas para fazer exames em outras cidades. É maravilhoso saber que teremos acesso aos procedimentos oferecidos aqui. Com esse conforto, só tenho a agradecer a Deus e ao nosso governador Rui Costa. Vamos continuar lutando por uma saúde pública de qualidade em nosso município”, afirmou o Vereador.

Conheça um pouco mais sobre as Policlínicas Regionais

As Policlínicas Regionais fazem parte de um projeto de iniciativa do Governo da Bahia, através de Consórcios Interfederativos de Saúde, formados entre municípios e Estado nas Regiões de Saúde. O Decreto nº 7.508 de 2011 favorece a estruturação de uma rede de saúde regionalizada, colocando o Planejamento Regional Integrado como processo de contínua negociação entre gestores municipais de uma região.

Esta perspectiva converge permite o aumento da capacidade de atendimento e resolutividade na oferta de ações de média e alta complexidade. O desdobramento esperado desta iniciativa é o aprimoramento da atenção à saúde e a melhoria da qualificação no atendimento dos profissionais de saúde, e em última instância, subsidiar a tomada de decisão dos gestores para a melhoria da qualidade de vida e da população.

O atendimento na Policlínica seguirá agendamento, regulado pelos municípios consorciados, classificando-se como acesso de porta fechada. Deverão ser encaminhadas para a policlínica as situações que não necessitem de avaliação imediata do especialista, que não possam ser resolvidas na Atenção Básica e que não disponha de rede específica estruturada (CTA, UNACON/CACON, CER etc). É importante considerar que todo paciente encaminhado para a Policlínica deverá permanecer em acompanhamento com a Equipe de Atenção Básica.

Estão inclusos os serviços das unidades funcionais de atendimento ambulatorial, apoio ao diagnóstico de imagem e laboratorial, pequenos procedimentos/biópsias/pé diabético, apoio técnico, apoio administrativo e apoio logístico. A Policlínica Regional de Saúde está composta de diversas especialidades médicas para atendimento clínico: angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastroenterologia, neurologia, ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia/obstetrícia, mastologia, urologia, podendo ampliar para as clínicas médicas: dermatologia, hematologia, reumatologia, pneumologia, assim como, infectologia, nefrologia, bem como outras inclusões e substituições conforme perfil epidemiológico da região.

Os serviços de apoio diagnóstico da Policlínica são compostos por: ressonância magnética com e sem contraste, tomografia com e sem contraste, mamografia, ultrassonografia com doppler, ecocardiografia, ergometria, mapa, holter, eletroencefalograma, eletromiografia, radiografia, eletrocardiograma, endoscopia, colonoscopia, entre outros. Também realizará biópsias de mama, tireóide, próstata, dérmica, gastroenteral, entre outras, além de procedimentos como, vasectomia e pequenas cirurgias.